As ruas e os prédios históricos de Belém se tornaram palco principal para os bailarinos que participaram do projeto “Entre Ruas”. Lugares que podem ser vistos como inapropriados para as artes foram o elo entre a população e a arte. Cada performance foi registrada pelo fotógrafo Cleyton Telles e as fotos compõem a exposição deste mês da galeria virtual no nosso site.

O gosto pelos espetáculos de dança apresentados em teatros fez o artista escolher a arte cênica para protagonizar o projeto. Pensando em novos cenários, Cleyton levou os artistas para as ruas e tudo aconteceu de forma natural. A ideia surgiu em 2013, após um ato conhecido como “Movimento Chega”, que despertou o fotógrafo para a diversidade artística que a cidade abriga. A partir daí, ele criou “Entre Ruas”, um projeto ousado que atrai a atenção para a arte, tornando a cultura mais acessível para moradores e visitantes de locais como a Feira do Açaí e o Porto do Sal.

Durante a produção, o público criou uma relação de apreço com os artistas. Um dos fatos mais emocionantes foi a apresentação da bailarina para pescadores do cais do Ver-O-Peso, de uma beleza que poderia ter feito o tempo parar, um momento único aplaudido por todos e retribuído com lágrimas de satisfação.

Para Cleyton o projeto foi além da aproximação entre arte e povo. O “Entre Ruas” possibilitou que o próprio artista desbravasse a cidade de forma surpreendente. “Conheci Belém de uma maneira que nem eu mesmo esperava conhecer. Uma Belém esquecida, como as Ruínas do Murucutu, e uma Belém cheia de contrastes sociais, como a da Vila da Barca”, pontuou o fotógrafo.

O começo – Antes de se profissionalizar, Cleyton tentou algumas graduações fora do mundo artístico. Mas o apego pela fotografia foi mais forte. Nela, encontrou sua fonte inesgotável de inspiração, que o conecta com as outras artes. Para Cleyton, “a fotografia acontece primeiramente na mente do fotógrafo. O equipamento é responsável apenas por ‘compartilhar’ essa ideia”.

Unindo a fotografia e a dança, o projeto provoca uma reflexão sobre a arte nas ruas e o acesso às manifestações artísticas. Você pode conferir todas as fotos da exposição “Entre Ruas” clicando aqui. Não perca tempo!

Por: Eduardo Auad – Griffo Comunicação

Deixar um comentário