Notícias

Pra Griffo, não basta ser do Pará. Tem que valorizar a fotografia paraense.

Por 9 de janeiro de 2017 setembro 30th, 2018 Sem Comentários

Do Marajó a São Caetano. Do carnaval ao Círio. Viajar no tempo e no espaço. Nos deixar encantar por novas perspectivas.

A fotografia conectou a Griffo à cultura paraense em 2016. Abrimos espaço para exposições mensais no site da Agência, que completou 35 anos.

Por aqui passaram Valério Silveira (Belém Quatrocentona), Tereza Maciel (Exposição Terrace), Bruno Carachesti (carnaval “Faceiro” de São Caetano de Odivelas), Tarso Sarraf (Vida dos Pescadores), Mara Hermes (Identidade Colorida), Eliseo Machado (Nos Caminhos do Marajó), Walda Marques (Traslado da Noite) e Celso Abreu (Porta! Eu, retrato).

Em 2017, teremos mais cliques de muitos outros artistas incríveis.
Tim tim à fotografia e aos fotógrafos paraenses!

Texto: Lilia Afonso – Griffo Comunicação

Deixar uma resposta