Neste mês de março, a Galeria Virtual da Griffo traz a série fotográfica “Certos Destinos”, de Ana Mokarzel, que revela situações de solidão e abandono. Cenas que podem ser encontradas em grandes centros urbanos ou em cidades perdidas no mapa. Condição imputada tanto à inocência infantil como ao coração experiente, sem fixação real de tempo, espaço ou localização geográfica.

A série compila um trabalho que completa 10 anos e que não tem data pra encerrar. “Vou continuar fotografando esse tema pra sempre”, revelou Ana Mokarzel, que iniciou o projeto junto com a carreira de fotógrafa. “Pra mim, essas imagens também revelam um pouco do que sou. Meu trabalho de forma geral é meu autorretrato, uma combinação de duas coisas que parecem antagônicas, mas que se complementam”, afirma a artista ao se referir ao trabalho de fotografia autoral e de fotografia newborn (ensaio de recém-nascidos), sua paixão mais recente.

Ana teve o primeiro contato com a fotografia através do seu pai, que saía pela cidade registrando o cotidiano paraense com uma câmera Leica, por pura diversão. A mesma câmera foi usada por Ana para fotografar as amigas que desejavam ter um book, mas os ensaios não passaram de uma brincadeira na adolescência. Depois de anos dedicados à profissão de administradora, a fotografia só voltou para a vida de Ana Mokarzel em 2007, quando ela comprou os equipamentos fotográficos do filho e, sem se dar conta, voltou ao antigo hobby.

“Eu fazia incursões fotográficas com meninos da idade do meu filho, para entender mais da técnica e treinar o olhar”, contou a artista que hoje ministra cursos de fotografia para diversas faixas etárias. Os registros ganhavam a admiração de amigos e profissionais da área, e logo vieram os primeiros convites para expor em mostras fotográficas e galerias de arte. Os pedidos de books fotográficos também apareceram e foi nesse momento que Ana se deu conta de que dava para transformar o hobby em profissão, e foi o que ela fez.

Com um estúdio fotográfico localizado na Rua Dom Romualdo de Seixas, Ana Mokarzel continua dividindo o tempo entre a fotografia autoral e os ensaios fotográficos, principalmente os de bebês nos primeiros dias de vida. “Dois trabalhos completamente diferentes. Dois trabalhos que amo fazer e que sempre mostro um pouco nas minhas redes sociais”, reitera a fotógrafa que participou de diversas exposições individuais e coletivas como “Olhar Viajante”, em Belém; “Outono Fotográfico”, no Festival de Fotografia, na Espanha; e “Silêncios e Vazios”, no Festival de Fotografia iNstantes, em Portugal. Representada pela agência Kâmara Kó, as fotografias de Ana Mokarzel estão expostas atualmente no Museu das Descobertas (Belmonte/Portugal) e na Galeria Virtual da Griffo.

Texto : Danielle Filgueiras – Griffo Comunicação

Deixar uma resposta